Programas de valorização da cadeia petroquímica

O Siresp desenvolve e participa de programas e iniciativas voltados para a valorização da cadeia produtiva do setor.

Fórum de Competitividade: Com o apoio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e demais entidades do setor, o Siresp trabalha para estabelecer prioridades e desenvolver programas e ações estratégicas de fomento à tecnologia e inovação para crescimento e fortalecimento da cadeia produtiva do setor.

Câmara Ambiental das Indústrias Química e Petroquímica: O Siresp, como integrante, visa uma interação entre o governo e representantes das diferentes atividades produtivas da sociedade, preocupando-se sempre com a preservação da qualidade do meio ambiente.

Desenvolvimento de Mercado: O Siresp mantém um grupo de trabalho com a finalidade de identificar oportunidades para desenvolver novos mercados para o plástico.

Centro de Tecnologia de Embalagens - CETEA/ ITAL: O Siresp participa do conselho consultivo neste programa, o qual desenvolve estudos para aprimorar a qualidade das embalagens de alimentos, além da promoção de cursos e seminários de capacitação.

CEAG-10: O Siresp representa o setor na Comissão de Estudos e Assessoria do Grupo 10 (Ceag-10), que é integrado por indústrias do segmento químico. O objetivo é negociar assuntos legais e trabalhistas com sindicatos profissionais.

Força Tarefa: Integrado por representantes do Siresp e da Abiplast, o Força Tarefa objetiva aumentar a produção, conseguir isonomia do IPI, reduzir as importações e aumentar o prazo de recolhimentos de tributos.

Tributos: O Siresp criou um grupo de trabalho composto por especialistas em tributos das empresas associadas para representar o setor junto ao Governo, com o objetivo de diminuir e racionalizar a carga tributária.

Comissão de Feiras: Juntamente com outras entidades, o Siresp trabalha para promover a cadeia petroquímica e do plástico em feiras e eventos relacionados ao setor.

Exportplastic: O programa, apoiado pelo Ministério do Desenvol-vimento, Indústria e Comércio e também pelo Siresp, tem como objetivos expandir e consolidar a cultura exportadora da indústria de transformação brasileira, aumentando sua competitividade, buscando novos mercados e oferecendo produtos plásticos de alto valor agregado.

Comissão de Mão-de-Obra: Com o objetivo de preparar a mão-de-obra para um mercado cada vez mais competitivo, o Siresp criou uma comissão que promove a qualificação de profissionais para o setor.

Plastivida: O Siresp é integrante da Plastivida Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos, entidade que atua na divulgação da importância dos plásticos para a vida moderna e sua utilização ambientalmente correta.

Instituto Nacional do Plástico - INP:
O Siresp, alternando com a Abiquim, a Abiplast e a Abimaq, exerce a presidência do INP, uma entidade que tem como meta tornar a indústria do plástico mais competitiva para enfrentar as exigências do mercado global.


Instituto do PVC: O Siresp participa da direção do Instituto do PVC, que tem como objetivo representar os interesses de seus associados junto ao mercado nacional e internacional, promovendo a integração das indústrias do PVC.

Relacionamento com a Imprensa e Opinião Pública: O Siresp trabalha pelo fortalecimento, crescimento e integração da indústria petroquímica e do plástico. Nesse sentido, mantém canais de comunicação e porta-vozes disponíveis para dialogar com os meios de comunicação e com a opinião pública. Seu compromisso é priorizar a transparência e a ética na comunicação.