Polietileno verde
25/09/2008

A petroquímica Braskem fechou o primeiro contrato de fornecimento de polietileno "verde", que usa a cana-de-açúcar como matéria-prima, com a Toyota Tsusho, a trading da Toyota Corporation. Pelo acordo, a Braskem vai fornecer 50 mil toneladas de resina por ano à companhia asiática, o equivalente a um quarto da capacidade da fábrica de polímeros verdes que está em construção em Triunfo (RS) e que começa a operar em 2011. Já a Solvay Indupa vai expor os biopolímeros, na feira BioJapan 2008, especializada em produtos de origem renovável, que será realizada em Yokohama, no Japão, no mês que vem. Hoje a produção da resina "verde" é piloto: cerca de 1 tonelada por mês. A Solvay Indupa, que fabrica resina para tubos PVC e soda cáustica no pólo de Santo André, também anunciou que vai produzir eteno de cana, a partir de 2010. Serão investidos US$ 300 milhões na nova fábrica, que produzirá 60 mil toneladas por ano. A Braskem,a Solvay e a Dow Química participam do O 13º. Congresso Brasileiro de embalagem, promovido pela Associação Brasileira da Embalagem (Abre), que acontece até hoje (25) na sede da Fecomércio, em São Paulo e levaram suas novidades em tecnologia para embalagens, o polietileno verde (Braskem) e o polietileno linear (Dow). Segundo a gerente de desenvolvimento de mercado da Dow, Fabiana Teixeira, o produto é o de baixa densidade linear, ou seja, poderá ser utilizado para embalagens flexíveis em diversos setores.

(Fonte: Valor Econômico)