Replan vai separar propeno que garante abastecimento da Petroquímica Paulínia
25/09/2008

Na última terça-feira (23) a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP) autorizou a construção e a operação da unidade de separação de propeno da Replan, com capacidade instalada 265 mil toneladas por ano e quatro esferas de 3.180 m³, cada. As obras, a cargo da UTC Engenharia, estão previstas no programa de modernização da refinaria e demandam investimento de US$ 200 milhões. A planta da Petrobras vai retirar o propeno das correntes de produção do GLP, para abastecer a Petroquímica Paulínia - uma joint-venture entre a Braskem e a Petrobras -, que transformará o suprimento, em resina de polipropileno.


(Fonte: Portal Brasil Energia)