Solvay vende primeiros créditos de carbono e busca processos sustentáveis
18/09/2008

A Solvay Indupa do Brasil - líder na produção de PVC e soda cáustica na Região Mercosul - recebeu na última quarta-feira (17), a quantia de 1,4 milhões de dólares provenientes da primeira venda de créditos de carbono originados na unidade industrial de Santo André, São Paulo, Brasil. Os créditos de carbono são oriundos da redução média de 42 mil toneladas anuais de gases geradores de efeito estufa. A obtenção dos créditos só foi possível graças à substituição de óleo combustível por gás na alimentação das caldeiras e dos fornos de pirólise na fábrica de Santo André. A Solvay Indupa (signatária do Programa de Atuação Responsável- Responsible Care) é a primeira empresa do Pólo Petroquímico do Grande ABC (São Paulo, Brasil) a obter créditos de carbono no âmbito do Protocolo de Kyoto. “Estamos implementando nossa estratégia de crescimento sustentável por meio de um conjunto de investimentos e ações focadas na eficiência tecnológica e na implantação de processos inovadores. O objetivo é garantir a sustentabilidade do nosso negócio e do meio ambiente da forma mais ampla possível”, ressalta, Augusto Di Donfrancesco, CEO da Solvay Indupa. Ainda como parte da estratégia, a Solvay Indupa acelera a construção de sua planta de etileno baseado em etanol fabricado a partir da cana - de -açúcar, o que permitirá produzir o primeiro PVC “verde” na região, elaborado com recursos naturais e renovavéis, tais como cana-de-açúcar e sal marinho. Este projeto, previsto para a segunda metade de 2010, também credencia a empresa a requerer novos créditos de carbono num futuro próximo.


(Fonte: Assessoria de imprensa da Solvay Indupa)