Refinaria Ipiranga vai tornar-se Patrimônio Histórico e Cultural do Rio Grande
15/09/2008

O Executivo Municipal enviou para apreciação da Câmara Municipal, na última quarta-feira (10), o Projeto de Lei nº 79, que "declara integrante do Patrimônio Histórico e Cultural do município do Rio Grande a Refinaria Ipiranga”, com sede na cidade. O projeto também considera como Patrimônio Histórico e Cultural do Município bens materiais e imateriais da Refinaria Ipiranga, catalogados e componentes do acervo do Espaço e Memórias Ipiranga, instalado em Porto Alegre, que são a logomarca atual, as logomarcas anteriores, a bandeira, o nome, as flâmulas históricas, o acervo biográfico, o acervo fotográfico, o acervo bibliográfico, o acervo histórico e a revista “Nossa Gente”. Em sua justificativa, o prefeito lembrou que em 7 de setembro de 1937 foi inaugurada a Refinaria de Petróleo Ipiranga na cidade do Rio Grande, projeto pioneiro no Estado do Rio Grande do Sul e no Brasil, constituindo o marco inicial da indústria petrolífera no País. Destacou que ao longo de 71 anos, Rio Grande manteve laços fraternos com a Refinaria Ipiranga voltados ao desenvolvimento do Município, Estado e do País, tornando-se a presença da empresa um marco identificativo da cidade, de tal modo que houve sempre sintonia na realização de projetos voltados ao desenvolvimento no plano econômico e social, protagonizando sua projeção nacional e internacional. "Os eventos comemorativos da indústria do petróleo na Cidade do Rio Grande merecem ser preservados, e em razão da venda do capital acionário da Refinaria Ipiranga, impõe-se ao Poder Público, através do Poder Executivo, promover medidas tendentes a proteger expressiva face da história do Município", salientou.

(Fonte: Jornal Agora, de Rio Grande do Sul)