Importações de químicos
11/09/2009

Embora, em relação a julho, o volume de importações de químicos tenha diminuído 5,7%, situando-se em 2,8 milhões de toneladas, o valor das importações cresceu 2,4%, ficando próximo a US$ 3,6 bilhões, o que reflete o aumento de preços no mercado internacional em agosto e um novo recorde. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim). De janeiro a agosto, o Brasil importou cerca de US$ 22,7 bilhões em produtos químicos, 51,6% a mais, do que no mesmo período de 2007. O volume, de 20 milhões de toneladas, cresceu 10,1% na mesma comparação. As importações de produtos químicos representaram 19,9% do valor total das importações realizadas pelo País, até agosto, quando foram importadas 11,8 milhões de toneladas, volume 5,3% superior ao do mesmo período, do ano passado. De janeiro a agosto, as exportações de produtos químicos ficaram próximas a US$ 8 bilhões, com incremento de 13,1%, na comparação com o mesmo período do ano passado. Já as resinas termoplásticas, apesar de uma redução de 35,9% no volume exportado - 600 mil toneladas - e de 18,1% em valor (mais de US$ 1 bilhão), foi o item mais exportado pelo País, até agosto. O déficit na balança comercial de produtos químicos, até agosto, chegou a US$ 14,7 bilhões, valor que já é superior ao registrado em todo o ano de 2007 (US$ 13,2 bilhões). Em relação ao mesmo período do ano passado, houve aumento de 85,7% no déficit comercial de produtos químicos.


(Fonte: Canal Executivo da UOL)