Diretor da Politeno recebe título de cidadão baiano
19/08/2005

Diretor da Politeno recebe título de cidadão baiano

A Assembléia Legislativa do Estado da Bahia promoveu no dia 18 de agosto, às 18h00, cerimônia de outorga do título de Cidadão Baiano para o diretor Superintendente da Politeno Indústria e Comércio, Jaime Paulo Antonio Sartori.

Gaúcho, de Veranôpolis, Sartori é um dos grandes estimuladores Bahiaplast, programa de incentivos fiscais para atrair empresas de transformação de plásticos para o Estado. Além do esforço para alavancar a economia baiana, o executivo vem atuando em prol do desenvolvimento social e educacional das comunidades de Camaçari, município onde estão instaladas as empresa do pólo petroquímico baiano.

Jaime Sartori, como é conhecido, iniciou carreira em 1962, na Petrobras, onde ocupou cargos de superintendente da Refinaria do Paraná (Repar), superintendente da Refinaria de Duque de Caxias (Reduc) e diretor da Petrobras Distribuidora.

Na Politeno, Sartori é Diretor Superintendente desde 1994. Além da Politeno, o executivo desenvolve sua liderança atuando em diversas entidades como Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) e Associação Baiana para a Gestão Competitiva (ABGC). É Presidente da Associação dos Usuários dos Portos de Salvador e Aratú e é Diretor do Sindicato da Indústria de Resinas Plásticas (Siresp).

O título de cidadão baiano foi proposto pelo atual deputado estadual e ex-prefeito de Camaçari, José Eudoro Tude, que acompanhou por anos o trabalho de Sartori para o desenvolvimento do setor petroquímico e do plástico no Estado da Bahia e no município de Camaçari.

A Politeno é uma empresa cujos proprietários são Grupo Suzano, Braskem, Sumitomo e Itochu. Fabrica e Comercializa polietilenos de baixa densidade (PEBD), polietilenos de média densidade (PEMD), copolímero de etileno e acetato de vinila (EVA), polietileno linear de baixa densidade (PELMD-Buteno e Octeno), polietileno linear de média densidade e polietileno de alta densidade (PEAD).

A capacidade instalada da Politeno é de 360.000 toneladas anuais e tem um quadro de pessoal com 259 empregados. Conta com o apoio de diversas empresas prestradoras de serviços que empregam cerca de 350 pessoas para atender à Politeno. Os produtos da Politeno são também exportados para os países do Mercosul, para países europeus e africanos. Seu faturamente é da ordem de 1,4 bilhões de Reais.