Bioenergia: Braskem busca matéria-prima para usinas de biomassa
01/09/2008

A Braskem pretende mapear em que localidades do Rio Grande do Sul é viável implantar usinas de geração de energia elétrica a partir de biomassa. "O Rio Grande do Sul gera uma quantidade considerável desses resíduos. Estima-se que exista um potencial de geração de aproximadamente 50 MW, apenas com a utilização da casca do arroz", ressalta Marcos Vinicius Gusmão do Nascimento, diretor de Energia da Braskem. O Estado é o maior produtor de arroz do Brasil, com 7,5 milhões de toneladas/ano, cerca de 60% do total. Em princípio, a expectativa inicial é de que seja possível construir cinco usinas, cada uma com capacidade de, no mínimo, 10 MW. Para o funcionamento de cada usina desse porte são necessárias 5.000 toneladas/mês de casca de arroz. Além da energia elétrica, cada uma das unidades gerará também vapor, que é usado pelos produtores no beneficiamento do arroz. "Por causa dessa possibilidade de troca de insumos, se diz que o potencial de sinergia do projeto é alto", explica. A Braskem promove na segunda-feira, 1o de setembro, no Centro de Eventos do Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre, o seminário "Biomassa para a Geração de Energia", voltado para beneficiadores de arroz e de madeira do Estado. O objetivo é avaliar o potencial para investir no negócio


(Fonte: assessoria de imprensa da Braskem)