Cresce o número de fusões e aquisições entre empresas brasileiras
28/08/2008

A Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid) divulgou na última quarta-feira (27) um ranking das operações de fusão e aquisição realizadas no país durante o primeiro semestre. Foram 39 negócios, que movimentaram R$ 24,39 bilhões - um volume 31,3% menor do que os R$ 35,50 bilhões verificados no mesmo período do ano passado. A fatia, que corresponde a um total de 20 transações, é bastante superior à do ano passado e reflete o processo de consolidação de alguns setores do mercado brasileiro, como o petroquímico, o de siderurgia e o de mineração. Dentre as operações com valores acima de R$ 1 bilhão, estão a criação da Quattor, empresa resultante da fusão dos ativos petroquímicos do sudeste de Petrobras e Unipar (R$ 6,8 bilhões), a aquisição da Grust Holding pela Braskem (R$ 2,2 bilhões) e a compra do Grupo J Mendes pela Usiminas (R$ 1,6 bilhão). Para os especialistas da Anbid, essa é mais uma prova do fortalecimento e amadurecimento da economia. As empresas optam pela aquisição de concorrentes como forma de consolidar sua participação num mercado em expansão.

(Fonte: Revista Época Negócios e DCI)