Petrobras terá unidades produtivas de dois em dois anos no pré-sal
28/07/2008

A Petrobras pretende instalar de dois em dois anos, a partir de 2010, uma unidade de produção definitiva em cada um dos campos da camada pré-sal na bacia de Santos. Apenas em um dos campos, o de Tupi, serão instaladas 11 plataformas com capacidade para produzir 100 mil barris diários de petróleo cada uma. De acordo com o engenheiro e assistente da diretoria de Exploração e Produção da estatal Álvaro Costa, a estimativa é de uma produção de 1 milhão de barris diários em Tupi. Além do petróleo, Tupi também terá gás associado, na proporção de 220 metros cúbicos para cada metro cúbico de petróleo extraído, informou, o que daria cerca de 1 milhão de metros cúbicos diários de gás natural na primeira fase. Escolhido como primeiro campo a ser desenvolvido, Tupi terá um Teste de Longa Duração (TLD) em março de 2009 produzindo com 30 mil barris diários. Em 2010 será instalado um plano piloto para preparar a instalação da primeira plataforma definitiva, que provavelmente será batizada de São Vicente, marcando com o nome da primeira cidade brasileira o início de uma nova região produtiva na história do país. Atualmente, a bacia de Campos é responsável por 80% da produção nacional de cerca de 1,8 milhão de barris diários de petróleo. Tupi por enquanto é o único campo da região pré-sal com reservas conhecidas, entre 5 e 8 bilhões de barris de óleo equivalentes (petróleo e gás natural), quase metade das reservas atualmente provadas no Brasil, de cerca de 14 bilhões de barris,

(Fonte: O Globo Online)