Parada do Pólo gera cinco mil empregos
21/07/2008

O Pólo Petroquímico do Grande ABC vai realizar uma parada de manutenção e ampliação, entre os dias 22 de agosto e 6 de outubro, que empregará cinco mil trabalhadores temporários. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção local, são dez mil vagas ao todo geradas com a operação, das quais metade já foi contratada para obras de expansão das indústrias. Durante os 45 dias, quatro unidades da Quattor - a de Químicos Básicos (ex-Petroquímica União), a de Polietileno (ex-Polietilenos União), de Polipropileno (ex-Nova Petroquímica) e a Divisão Química - mais a Solvay Indupa, a Oxiteno e a Cabot, vão realizar serviços de manutenção das instalações, além de fazer a interligação de equipamentos e tubulações para ampliar suas capacidades produtivas.

Os serviços ficarão a cargo de mais de uma dezena de empresas terceirizadas - entre elas, a UTC Engenharia, a Platume Engenharia, a Sigmatronic, a Fast Engenharia, a Isotec e a Mills Estrutura Engenharia. As vagas são para funções como caldeireiro, encanador industrial, mecânico montador, soldador, entre outras. Uma das grandes terceirizadas, a Platume, de Santo André, planeja contratar cerca de 700 pessoas, para atuar na PQU. Atualmente, há 630 funcionários e deverá passar para 1.300 trabalhadores, para dar conta das obras no período. O coordenador de Recursos Humanos da Platume, Aparecido Donizete Nava, afirma que serão admitidos, por prazo indeterminado, soldadores, caldeireiros, ajudante de caldeiraria e encarregados. Segundo o coordenador, após os 45 dias, boa parte deverá ser demitida, mas os que se destacarem poderão ser efetivados e trabalhar em outras obras da empreiteira.

A empresa não forneceu as faixas salariais para esses cargos, que têm entre os requisitos ter experiência na área. No caso do soldador, exige-se formação técnica em solda. Os benefícios incluem assistência médica, vale-transporte e alojamentos para os contratados que morem fora da região. Outra companhia que fará contratações é a Sigmatronic. Ela irá recrutar 90 pessoas especialmente para a manutenção. As vagas serão para mecânico de válvula e técnico de instrumentação, para os quais se exige o 2º grau completo e experiência na função. Os benefícios incluem assistência média e seguro de vida. A empresa não divulgou a faixa salarial. Também vão buscar profissionais no mercado a Isotec Engenharia e a Mills Estrutura Engenharia, duas das principais prestadoras de serviços para a parada técnica da Solvay, que deverá contar com uma média de 230 profissionais trabalhando em atividades de manutenção. A Isotec deverá contratar soldadores, encanadores industriais, caldeireiros, mecânicos montadores e ajudantes. E a Mills pretende admitir montadores de andaimes.

(Fonte: Diário do Grande ABC)