Dow e Jean-Michel Cousteau lançam construção da primeira instalação latino-americana dos Embaixadores do Meio Ambiente no Brasil
17/07/2008

A Dow a a Ocean Futures Society (OFS) de Jean-Michel Cousteau estão comemorando a conclusão da primeira instalação latino-americanda do programa Embaixadores do Meio Ambiente (Ambassadors of the Environment – AOTE), localizada no Guarujá, São Paulo, Brasil. O programa, que deverá entrar integralmente em operação neste ano, tem como objetivo aproximar jovens do meio ambiente e ensiná-los a viver de forma sustentável no planeta. O projeto foi lançado como parte da primeira Semana de Sustentabilidade da Dow América Latina (14 a 18 de julho), organizada para reunir empresas, universidades, comunidades, governos e organizações não-governmentais (ONGs) para discutirem o tema colaboração e formas de se alcançar um desenvolvimento sustentável no mundo todo.



“Conquistar um futuro sustentável só será possível por meio de colaborações e parceiras inéditas. É extraordinário e recompensador trabalhar em colaboração com uma organização como a OFS para estabelecer um programa educacional tão singular dentro dos limites de nossa própria empresa”, afirma Pedro Suarez, presidente da Dow América Latina. “Para nós, é um orgulho ajudar a trazer para o Brasil uma experiência de aprendizado desse tipo, colaborar com uma de nossas comunidades locais e aguardar ansiosamente os frutos desse programa, ou seja, a geração de milhares de embaixadores do meio ambiente no Brasil”.



A Dow forneceu o terreno na área de manguezal em sua unidade produtiva do Guarujá e financiou a construção do projeto. Esta será a primeira vez que o programa AOTE será conduzido em uma propriedade corporativa. O projeto incluiu a construção de laboratórios, cinco bangalôs, banheiros, áreas para alimentação e salas de aulas para fins diversos, além de caminhos suspensos para facilitar o acesso à área do manguezal da Dow, onde serão realizados os estudos educacionais do programa e sobre a vida marinha. As instalações têm capacidade parar receber até 40 alunos, além de professores e a equipe responsável pelo programa.



“O projeto do Guarujá (Brasil) oferece um local novo e diferenciado para o aprendizado dinâmico – um local para um encontro perfeito entre a natureza, a educação e o setor”, destaca Jean-Michel Cousteau, fundador e presidente da Ocean Futures Society. “A Dow é uma parceira para uma aliança perfeita, com uma visão progressista sobre a sustentabilidade. Esperamos crescer muito no Brasil com a Dow.”



Encantado com a diversidade biológica do mangue localizado dentro e nas áreas adjacentes do complexo industrial da Dow no Guarujá, Jean-Michel Cousteau se dispôs a trazer para o Brasil o programa lançado inicialmente nos Estados Unidos e que hoje também está presente na França, na Grécia, nas Ilhas Virgens, nas Ilhas Cayman e na Polinésia Francesa.



Como participantes do programa, os alunos ficarão hospedados nos bangalôs por períodos de 3 a 5 dias para que aprendam a respeitar o meio ambiente e, conseqüentemente, tornem-se multiplicadores desses valores. Por meio de atividades práticas e aulas em espaços abertos, aprenderão sobre o ecossistema do mangue, considerado berço da vida marinha por concentrar a reprodução de várias espécies. No final do período, cada participante receberá o certificado de Embaixador do Meio Ambiente. A OFS está, no momento, finalizando o programa do curso e o conteúdo ambiental, e realizando apresentações em escolas públicas e particulares para definir os grupos que participarão do programa em 2009.


(Fonte: Assessoria de imprensa da Dow)