Cade aprova reestruturação do setor petroquímico
10/07/2008

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, ontem (9), a reestruturação do setor petroquímico ao aprovar três negócios realizados no setor iniciados no ano passado. Um deles foi a compra da Ipiranga pelo Consórcio formado pela Petrobras, Ultrapar e Braskem. A decisão diz respeito às refinarias e à parte petroquímica. A área de distribuição de combustíveis e distribuição serão analisados pelo Conselho em outra ocasião. Segundo o órgão, cada uma das empresas ficará com uma participação da Ipiranga. Porém, não informou a proporção de cada uma. O conselho de defesa da concorrência também aprovou a compra da Suzano Petroquímica pela Petrobras e a formação da empresa Quattor com capital da Petrobras (40%) e Unipar (60%). Com isso, os conselheiros aprovaram que o mercado passará a contar com duas grandes empresas de petroquímica. Além da Quattor, a Braskem já atua no setor. Para evitar o monopólio da Petrobras no setor petroquímico, os conselheiros discutiram a redução da influência da Petrobrás na Braskem. No caso da Ipiranga há uma restrição. As empresas terão que modificar uma cláusula do contrato que prevê que os antigos sócios da empresa não poderão voltar ao mercado nos próximos cinco anos. A medida visa evitar que os sócios retornem apenas nas regiões que atuavam anteriormente.

(Fonte: Gazeta Mercantil)