CNBS ratifica liberação comercial do milho Bt11 e Bayer é beneficiada
30/06/2008

Liberada em setembro de 2007 pela CTNBio, a variedade transgênica aguardava parecer dos ministros, já que a decisão havia sido contestada pela Anvisa. Na avaliação da Anvisa, a Syngenta apresentou "estudos inadequados e insuficientes para atestar a segurança alimentar e determinar os riscos à saúde pública desse produto geneticamente modificado". Com base nesses estudos a maioria dos pesquisadores que integram a CTNBio votou a favor da liberação. Na última terça-feira os ministros integrantes do Conselho Nacional de Biossegurança (CNBS) se reuniram e ratificaram a liberação comercial do milho Bt11 da empresa Syngenta. Na reunião anterior Monsanto e Bayer foram as beneficiadas.

(Fonte: Biodiversidad en la America Latina)