PETROQUÍMICA: Brasil suspende dumping sobre Pet argentino
07/02/2008

O governo brasileiro decidiu suspender, na semana passada, a aplicação do direito antidumping definitivo sobre as importações brasileiras de resinas de tereftalato de polietileno (PET) originárias da Argentina. A medida, válida por um ano, favorece a DAK-Americas-Argentina, ex-Voridian-Argentina. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União do último dia 31 de janeiro.

O antidumping havia sido aprovado pelo governo brasileiro em 2005, resultando na redução das vendas argentinas para o Brasil. No dia 15 de janeiro passado, a DAK Americas-Argentina apresentou pedido de suspensão dos direitos antidumping, alegando que mudanças nos cenários de negócio tanto no Brasil quanto na Argentina justificavam tal solicitação.

Na Argentina, a DAK Americas assumiu o controle da planta industrial de Zarate, antes controlada pelo Grupo Eastman. Já no Brasil, a M&G Fibras e Resinas construiu uma planta que permitirá à indústria nacional ampliar sua oferta do produto, usado principalmente na fabricação de embalagens de refrigerantes. (Fonte: InvestNews)