Linha Branca com plástico transparente
28/01/2008

A mesma transparência do vidro com as vantagens do plástico, foi a solução desenvolvida pela Nova Petroquímica (nome transitório adotado pela Suzano após ser adquirida pela Petrobras), para as tampas das máquinas de lavar que estão sendo lançadas pela Suggar. A empresa investiu R$22,4 milhões em oito injetoras termoplásticas italianas. As vendas da Nova Petroquímica para o segmento de linha branca vem crescente 12% ao ano e em 2008 deverão superar 70 mil toneladas.

As máquinas de lavar TOP MAX 5.0 e VIVA MAX 6.0 da Suggar chegam ao mercado com uma tampa desenvolvida pela Nova Petroquímica em resina de polipropileno (PP), com a mesma característica de transparência do vidro e com as vantagens do plástico. A Suggar será uma de três empresas no mundo a utilizarem este produto.

A nova tampa, desenvolvida pela Nova Petroquímica em conjunto com a Suggar é resistente ao impacto e, ao mesmo tempo, oferece transparência. A leveza oferecida pela menor densidade do polipropileno permite que ele substitua com vantagem alguns materiais, como os plásticos de engenharia (ABS, SAN, policarbonato).

A linha de máquinas de lavar escolhidas para o uso dessa tampa é a de lavadoras TOP MAX 5.0 e VIVA MAX 6.0, segmento no qual a Suggar participa em 36% do mercado, segundo o diretor industrial da Suggar, Marcelo Emrich Soares.

Dentro de setor de eletroeletrônicos, a chamada Linha Branca vem apresentando um forte ciclo de crescimento das vendas, em função do aumento da oferta de crédito ao consumidor e da explosão do mercado imobiliário este ano. “Nossas vendas para o segmento de Linha Branca vem crescendo cerca de 12% ao ano, com perspectivas ainda melhores para o próximo ano em função dos nossos projetos de inovação e desenvolvimento, principalmente da família Dyia de produtos a base de nanotecnologia, e dos produtos que oferecem transparência, em substituição a outros materiais”, afirmou Sinclair Fittipaldi, gerente de marketing da Nova Petroquímica. O executivo estima que o polipropileno destinado a mercado de linha branca em 2008 seja superior a 70 mil toneladas/ano. A Nova Petroquímica tem participação relevante neste segmento, abastecendo mais de 55% deste mercado.

A parceria da Nova Petroquímica com a Suggar vem desde 2004 e tem evoluído de lá para cá. A Nova Petroquímica contribuiu para que os produtos da marca Suggar fossem reconhecidos como soluções de qualidade ao consumidor que busca eletrodomésticos modernos e funcionais. “A parceria com a Suggar uniu dois importantes pontos: reforça a nossa estratégia na busca por mercados diferenciados para o polipropileno e nos aproxima cada dia mais do consumidor que reconhece a Nova Petroquímica e a Suggar como companhias que oferecem soluções eficientes e inovadoras ao seu dia-a dia”, afirmou Fittipaldi.

Em maio deste ano, as duas empresas lançaram a primeira máquina de lavar do mercado brasileiro com característica anti-bactérias, conferida pela nanotecnologia aplicada à resina usada na parte interna da máquina. Tais ações inovadoras são possíveis porque a Nova Petroquímica investe 1,5% do seu faturamento total em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos para oferecer soluções eficientes.

Nos últimos anos, a Suggar, indústria genuinamente nacional, com parque fabril instalado em Belo Horizonte, tem conquistado mercado com a estratégia de inovação em tecnologia, qualidade de produtos e preço competitivo. As lavadoras da empresa são reconhecidas pelo Inmetro com o selo Procel que garante maior eficiência de lavagem e maior economia de água e energia. A Suggar fabrica atualmente 55 mil lavadoras por mês. A expectativa é de crescer 40% nesse segmento este ano. (Fonte: Gazeta Mercantil)