Solvay confirma o PVC "verde" no Brasil
17/12/2007

A Solvay Indupa, empresa líder na produção de PVC e soda cáustica na Argentina, investirá US$ 350 milhões na construção de uma planta de etileno a partir de etanol de cana de açúcar e na ampliação das capacidades de produção das plantas de PVC, VCM e Cloro-Soda, localizadas em Santo André (SP). O projeto, que utilizará recursos da empresa, do Banco nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e de BDRs (Brazilian Depository Receipts), tem como objetivo atender a demanda do mercado da América do Sul, puxado pelo crescimento da construção civil e da indústria automobilística.

A unidade de etileno (matéria-prima para fabricação de PVC), está prevista para o 2º semestre de 2010, com capacidade de produção de 60 mil toneladas de etileno por ano. Hoje, a empresa consome 120 mil toneladas de etileno petroquímico (derivado do petróleo) da Petroquímica União (PQU), central de matérias-primas do pólo petroquímico do ABC. (Fonte: DCI)