Processo de consolidação continua nesta semana e avança por 2008
03/12/2007

O setor petroquímico brasileiro passará, nas próximas semanas, por um profundo processo de consolidação. Mudanças importantes estão prontas para entrar em prática – alterações fundamentais para assegurar a competitividade num dos mais complexos segmentos da economia. Em SP, a promessa de baixar o ICMS, dos atuais 18% para 14% anima as empresas do setor. A redução dos impostos sobre a atividade garantirá fôlego extra principalmente ao Pólo Petroquímico do ABC – responsável por mais da metade da arrecadação de Mauá e fatia significativa em Santo André, além de sustentar centenas de empregos regionais. Outro fator que turbina o segmento petroquímico é a negociação da Petrobras com a Braskem e a Unipar. Na sexta-feira, as gigantes definiram um complexo processo de movimentação de ativos, que contará nos próximos meses com duas grandes empresas, em que a estatal terá participação. A idéia é ampliar a capacidade produtiva, de olho no aumento do consumo interno e conquista de mercado no Exterior. A consolidação das petroquímicas não contempla apenas o Grande ABC, mas prioriza também o Comperj, ainda em fase de construção, e que será objeto de negociação. Seja qual for o rumo setor, é certo que 2008 será marcado, por grandes transformações. (Fonte: Diário do Grande ABC)