Petrobras e Suzano Petroquímica
03/12/2007

A Petrobras obteve um desconto de 2,5% no preço final da Suzano Petroquímica. O valor final para compra das participações da Petroquímica União (PQU) e da Rio Polímeros (Riopol) e das unidades de produção de polipropileno foi de R$ 2,63 bilhões. O valor corresponde à participação dos controladores. Apesar de fazer parte da formação de uma nova companhia petroquímica, a Suzano Petroquímica não deverá desaparecer.

Segundo Pércio de Souza, sócio da Estater, empresa responsável por assessorar a operação de fusão com a Unipar, a Suzano Petroquímica será a responsável por incorporar todos os ativos da nova companhia. “Decidimos isso porque ela tem capital aberto”, explicou. É na Suzano, por exemplo, que deve entrar o valor de R$ 380 milhões a ser pago pela Unipar depois que esta aumentar a participação na Rio Polímeros. A Suzano Petroquímica também será o destino dos recursos que serão levantados quando o BNDESPar também ampliar a participação na mesma Rio Polímeros. Pércio de Souza, explica que há uma série de fases até que todos os ativos petroquímicos do Sudeste estejam dentro da Suzano Petroquímica. (Fonte: O Estado de S. Paulo)