Grupo Ipiranga recebe novo laudo
22/11/2007

A Ultrapar convocou assembléia extraordinária no dia 18 de dezembro para aprovar a incorporação das ações das três empresas do grupo Ipiranga, uma das últimas etapas da operação de compra de ativos anunciada em março.

A intenção do grupo Ultra é simplificar a estrutura societária e elevar a liquidez de suas ações. Mas a operação vem sofrendo resistência de alguns importantes acionistas minoritários da Ipiranga, que exigem um prêmio maior na troca de suas ações. Embora a diretoria da Ipiranga tenha decidido embasar sua decisão em laudo de avaliação encomendado ao Credit Suisse, a proposta original da Ultrapar de troca de suas ações pelas das empresas Ipiranga foi mantida. Com a conclusão da incorporação das empresas do grupo Ipiranga, a Ultrapar, que funciona como comissária da operação feita conjuntamente com a Braskem e a Petrobras, prevê fazer a divisão dos ativos. O grupo Ultra ficará com as atividades de distribuição de combustíveis nas regiões Sul e Sudeste. A Petrobras com esses ativos nas demais regiões do país. Além disso, a estatal vai compartilhar com a Braskem o controle dos ativos petroquímicos, que inclui a Copesul e a Ipiranga Petroquímica. (Fonte: Valor Econômico)