Indústria planeja investir R$ 447 bilhões
12/11/2007

Dez dos principais setores da indústria brasileira planejam investir R$ 447 bilhões entre 2008 e 2011, um montante que deverá ser fundamental para aumentar a capacidade produtiva das empresas nos próximos e evitar gargalos na economia, aponta um estudo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O setor de petróleo e gás figura entre os grandes investidores dos próximos quatro anos com previsão de R$ 202,8 bilhões. O economista do BNDES Gilberto Rodrigues Borça Jr., co-autor do estudo, diz que esses segmentos têm um grande efeito dinamizador sobre o resto da economia. Acreditar que o efeito será limitado, por se tratar de grandes produtores de commodities, seria uma visão míope, avalia o economista. Dos R$ 202,8 bilhões a serem investidos entre 2008 e 2001 no setor de petróleo e gás, 75% são de responsabilidade da Petrobras. Esses investimentos são uma boa notícia para o nível de ocupação da capacidade instalada do setor de refino de petróleo e álcool, que em setembro estava em 91,4%, acima do 90,4% do mesmo mês do ano passado, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Para Puga, as perspectivas quanto ao nível de ocupação do setor não são preocupantes. Borça chama a atenção para o setor petroquímico. A expectativa é que as empresas do setor invistam R$ 27,4 bilhões entre 2008 e 2011, bem acima do R$ 5,7 bilhões realizados entre 2003 e 2006. Isso significa uma taxa de crescimento anual esperada de 37,1%. (Fonte: Valor Econômico)