APLs em foco na Fiesp
22/10/2007

A Fiesp, o Sebrae e a Secretaria de Desenvolvimento de São Paulo assinam hoje, durante o segundo Encontro de Arranjos Produtivos Locais (APLs), o protocolo de cooperação técnica para o desenvolvimento de novos APLs.
O convênio prevê investimentos de US$ 20 milhões para o desenvolvimento de novos APLs no Estado, sendo US$ 10 milhões do Sebrae e US$ 10 milhões pleiteados pelo governo ao BID. A segunda edição do evento reuniu representantes dos APLs de todo estado. "É uma grande oportunidade para que as empresas troquem experiências e aprendam com as lições de outros programas", explicou Silas Lozano, especialista em projetos de estratégia de mercados da Fiesp. Já o Diretor Superintentende do Sebrae, Ricardo Tortorello, afirma que o APL poder ser o grande diferencial entre um empreendimento de sucesso e um de fracasso, pois as empresas juntas podem somar esforços para conseguir novas tecnologias, mais crédito e matérias-primas com melhores preços. Um exemplo dentro da cadeia produtiva do plástico é o programa APL do Plástico do Grande ABC, que já conta com 43 empresas da região e pretende alavancar seu desenvolvimento. Para o diretor industrial, Antonio Mattos, da Suzano Petroquímica, uma das empresas que apóia do programa, este evento possibilitará aos participantes identificar soluções conjuntas para o aumento da competitividade das micro e pequenas empresas de transformação do plástico na região.(Fonte: Yellow Comunicação)