Vendas reais crescem 1,3% em agosto, diz CNI
04/10/2007

As vendas reais da indústria brasileira apresentaram expansão de 1,3% em agosto, na comparação com o mês anterior, segundo dados com ajustes sazonais divulgados hoje pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Na comparação com agosto do ano passado, a alta é de 6,5%. Os setores que mais contribuíram para o indicador de agosto foram as indústrias de alimentos e bebidas, produtos químicos e de material eletrônico e equipamentos de comunicação lideram a expansão.

O resultado apresentado hoje ajudou o indicador a atingir alta de 4,3% no acumulado dos oito primeiros meses de 2007, na comparação com igual período do ano passado. Ainda considerando dados de janeiro a agosto, as horas trabalhadas na produção tiveram expansão de 3,8%, patamar levemente acima da taxa de emprego, cuja alta foi de 3,6%. A remuneração paga aos trabalhadores da indústria, por sua vez, cresceu 4,8% frente aos oito primeiros meses de 2006.

Outro indicador destacado pela CNI foi a taxa de utilização da capacidade instalada do setor, que chegou a 82,3% em agosto, garantindo uma expansão da economia brasileira sem pressões inflacionários por escassez de oferta. 'A estabilidade da capacidade instalada da indústria, em meio a um cenário de aquecimento da atividade é um indício de expansão da capacidade produtiva no Brasil', destaca a CNI. (Fonte: InvestNews)