Petrobras reduz projeção de exportação de etanol em 2008
30/08/2007

As dificuldades encontradas para embarcar etanol para Venezuela e Nigéria este ano levaram a Petrobras a rever a projeção de exportação de etanol para 2008. Inicialmente estimada em 850 milhões de litros, a meta foi reduzida para 500 milhões de litros.

A principal causa para a revisão foi a Venezuela, que no ano passado comprou o equivalente a 82 milhões de litros do produto, de um total de 120 milhões de litros exportados pela Petrobras em 2006.

De acordo com o diretor de abastecimento da empresa, Paulo Roberto Costa, a demora em fechar os contratos acontece porque, por enquanto, a PDVSA tem utilizado a alternativa de misturar MTBE (éter metil terbutílico, substância química usada como aditivo oxigenado) à gasolina para aumentar a octanagem do produto.

No ano passado, ainda segundo Costa, a Petrobras exportou etanol para que a PDVSA misturasse o produto à gasolina em alguma regiões do país, dentro de um projeto piloto de busca de fontes de energia mais limpas para elevar o desempenho do combustível.(Fonte: Valor Econômico)