Participação da Petrobras no capital da Braskem
20/08/2007

Consolidados os ativos que formam o Pólo Petroquímico do Sul - após a compra do Grupo Ipiranga por Petrobras, Braskem e Grupo Ultra - a Petrobras poderá ter até 25;perc; do capital da Braskem, informou, na sexta-feira, por meio de sua assessoria de imprensa, a empresa petroquímica da família Odebrecht. Ações da Copesul Petrobras, Braskem e Ultra anunciaram a compra do Ipiranga em março último absorvendo, entre outras operações, a do Complexo Petroquímico do Sul - Copesul, companhia na qual Braskem e Petrobras já tinham participações. A Braskem agora pretende comprar as ações da Copesul que estão nas mãos dos acionistas minoritários para fechar o capital da Copesul. Na semana passada, a Braskem divulgou que vai oferecer R$ 37,90 por papel o que somará investimento de R$ 1,4 bilhão na compra. A Petrobras também adquiriu, este mês, a Suzano Petroquímica, em importante passo para avançar na formação do Pólo Petroquímico do Sudeste e informou na semana passada que será minoritária no negócio no qual tem como sócia a Unipar. (Fonte: Gazeta Mercantil)