Demanda por resinas cresce 6% no semestre
30/07/2007

A demanda por resinas plásticas cresceu 6% no primeiro semestre, somando 2,133 milhões de toneladas. O dado é do Sindicato da Indústria de Resinas Plásticas (Siresp).

O maior crescimento foi no mercado de PVC, que cresceu 12,1% de janeiro a junho, em comparação com igual período do ano passado. As vendas da resina somaram 412,1 mil toneladas.

Também teve destaque no período a demanda por polipropileno, que somou 598,2 mil toneladas, com elevação de 7,7%.

Em polietileno, a elevação da demanda foi maior na família de lineares de baixa densidade, com alta de 5,6%, para 284,3 mil toneladas. As resinas de polietileno de baixa densidade tiveram aumento de 3,7% na demanda no primeiro semestre, para 273,1 mil toneladas.

Já no polietileno de alta densidade a variação foi modesta, de 0,4%, com demanda de 364,2 mil t.

A demanda foi mais aquecida de janeiro a junho para poliestireno: 4,9%, com um total de 173,8 mil toneladas.

As vendas internas de resinas plásticas aumentaram em ritmo mais modesto no primeiro semestre: 3,8%, para 1,717 milhão de toneladas, com destaque para o polietileno linear de baixa densidade, com 7,0%.

O consumo aparente de resinas (produção mais importações, menos exportações) teve aumento de 2,5% na primeira metade do ano, para 2,113 milhões de toneladas. (Fonte: DCI)