Riopol encerra pendência com consórcio
30/07/2007

O Conselho de Administração da Rio Polímeros (Riopol) aprovou na última sexta-feira a assinatura do acordo final com o consórcio responsável pela construção do seu complexo industrial, formado pelas empresas ABB Lummus e Snamprogetti, encerrando os pleitos relacionados ao atraso na entrada em operação da unidade. Segundo comunicado divulgado hoje pela Suzano Petroquímica, uma das controladoras da Riopol, "o impacto do acordo no resultado e no fluxo de caixa da Riopol será o registro de uma receita não operacional da ordem de R$ 142 milhões.SÃO PAULO, 30 de julho de 2007 - O Conselho de Administração da Rio Polímeros (Riopol) aprovou na última sexta-feira a assinatura do acordo final com o consórcio responsável pela construção do seu complexo industrial, formado pelas empresas ABB Lummus e Snamprogetti, encerrando os pleitos relacionados ao atraso na entrada em operação da unidade. Acreditamos que a celebração desse acordo final com o consórcio construtor representa um desfecho favorável para as partes e é particularmente benéfica para a Riopol, nesse momento em que consolida sua presença no mercado petroquímico brasileiro". (Fonte: Gazeta Mercantil)