Produção de químicos caiu 5,37% em junho
27/07/2006

A produção de químicos de uso industrial no Brasil caiu 5,37% em junho na comparação com maio, segundo o Relatório de Acompanhamento Conjuntural divulgado ontem pela Abiquim. O documento contém os resultados consolidados de maio e os preliminares de junho disponíveis até o dia 20 deste mês. Dos 15 grupos considerados na análise, 14 apresentaram variações negativas no mês.


As quedas mais expressivas são resultado da adequação dos níveis de estoques na cadeia e da diminuição de carga em diversas empresas, por conta do enfraquecimento da demanda no mercado doméstico.


Na comparação com junho de 2005, a produção cresceu 5,39%. No acumulado do segundo trimestre, superou em 2,49% igual período do ano passado. Já no acumulado do 1º semestre de 2006, o índice de produção apresentou aumento de 1,62% em relação a igual período de 2005.


Dos 15 grupos analisados, oito mostraram elevações, basicamente em virtude da fraca base de comparação do ano passado. O destaque ficou com intermediários para plastificantes (+15,29%), resinas termofixas (+11,76%), solventes industriais (+7,90%) e resinas termoplásticas (+6,61%).


De acordo com a Abiquim, o índice de produção está sendo puxado para cima neste ano, principalmente pelas vendas realizadas no mercado doméstico. (Fonte: Jornal do Commercio Brasil)