Prêmio Abiplast Design 2005 é entregue e visa estimular a inovação no setor plástico
18/04/2006

Com a presença das principais lideranças do setor plástico e de várias autoridades, foi realizada na noite de segunda-feira (17/04), na sede da Federação das Indústrias de São Paulo, em São Paulo, a cerimônia de entrega do Prêmio Abiplast Design 2005. Esta é a primeira edição da premiação, que tem por objetivo estimular a criatividade e a inovação tecnológica dos produtos plásticos por meio do design, contribuindo para melhorar a competitividade do produto brasileiro. “É uma honra poder incentivar e premiar aqueles que se empenham em valorizar o plástico”, afirmou o presidente da Abiplast – Associação Brasileira da Indústria do Plástico, Merheg Cachum na abertura da cerimônia.

No total, foram inscritos para esta primeira edição do prêmio – que agora será anual –, 62 trabalhos, sendo 12 na categoria Estudante, um na categoria Pesquisa, 10 na Indústria e 39 na categoria Profissional. Além dos premiados em cada uma das categorias, foram entregues também cinco menções honrosas. O principal vencedor da noite, com o projeto Tanque para Área de Serviço, foi a empresa Chelles e Hayashi Design. Além da homenagem, os empresários receberam também dos promotores da premiação um cheque de R$ 10 mil como incentivo concreto à inovação.

Na categoria Profissional, a vencedora foi a empresa Questto Design, com os projetos Terminais de Consultas TC505 e Nebulizador Ultralívio. Seu prêmio foi de R$ 6 mil. Nessa categoria foi entregue também uma menção honrosa para Valter Bahcivanji da Agora é Moda Indústria e Comércio com os projetos Porta Toalha e Jarra Due. Na categoria Indústria, o vencedor foi o projeto Coleção Poli Brasil Calçados, da Indústria Suzano Petroquímica, que recebeu a quantia de R$ 3 mil. A empresa Soprano Eletrometalúrgica e Hidráulica recebeu menção honrosa pelo projeto Botijão Isotérmico 8 litros.

Por fim, na categoria Estudante, o vencedor foi o projeto Jogo Ensino Braille, de André Canal Marques e Roberto da Rosa Faller. Os dois dividiram um prêmio de R$ 3 mil. Nessa categoria foram entregues também menções honrosas para Laura Schaer Dahrouj, pelo projeto Mobiliário Brinquedo Combo, e para Samir Francisco Bonatti e Raimundo Bernardes, pelo projeto Ventilador.

Todas as autoridades e lideranças que participaram da cerimônia enfatizaram a importância da iniciativa da Abiplast. O presidente do Siresp - Sindicato da Indústria de Resinas Plásticas, José Ricardo Roriz Coelho afirmou que o fato de 62 trabalhos terem sido inscritos na primeira edição “foi uma vitória”. “A idéia é que as próximas edições do prêmio funcionem como uma mola propulsora para o setor plástico”, complementou o presidente do Siresp, que também foi um dos patrocinadores do prêmio.

Já Marcos Otávio Bezerra Prates, diretor de competitividade industrial do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, que representou o ministro Luiz Fernando Furlan na cerimônia afirmou que o design é ferramenta estratégica no desenvolvimento industrial. “Acredito que a instituição do prêmio trará à luz os melhores exemplos e que eles se multiplicarão no setor plástico como já ocorrem em outros segmentos da indústria”, afirmou Prates.

Por sua vez o vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto, representando o presidente da entidade, Paulo Skaf, destacou que hoje é impossível ter uma indústria avançada sem um setor plástico forte e moderno. “Em razão disso reputo como da maior importância o evento que estamos realizando hoje aqui na Fiesp. Temos que ter uma marca para o produto brasileiro. E o que dá o diferencial para os nossos produtos, principalmente no exterior, é o design”, comentou Ometto. “Temos de fortalecer a inventividade brasileira para repetirmos exemplos como a recente premiação do arquiteto Paulo Mendes da Rocha, que ganhou o Prêmio Pritzer, considerado o Nobel de arquitetura”, finalizou.

Os critérios para a escolha dos vencedores do Prêmio Abiplast Design 2005 foram: inovação em design, uso inteligente de novos materiais e tecnologias, processo de fabricação, benefícios aos usuários, uso responsável de materiais e processos ao longo do ciclo de vida, compromisso ambiental, respeito às normas técnicas, ergonomia, geração de emprego e potencial exportador.

A comissão julgadora do Prêmio Abiplast 2005 foi formada por Brunette Fraccaroli, presidente da Associação Brasileira de Designers de Interiores; Elisa Ferreira, do Programa Brasileiro de Design, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Suzana Serrão, do Instituto Nacional de Propriedade Industrial; Luciano Coelho, do Departamento de Meio Ambiente da Fiesp; Luiz Alexandre Kulay, da Associação Brasileira do Ciclo de Vida; Renata de Souza Ramos, do Centro São Paulo Design e Teresa Cristina Gouveia, designer.

Além da Abiplast como idealizadora e realizadora do prêmio ele também contou com os patrocínios do Siresp, Basf, Braskem, Basel, Dow, Ipiranga Petroquímica, Innova, Polietilenos, Politeno, PQU, RioPol, Solvay Indupa, Suzano Petroquímica, Petroquímica Triunfo e Unigel. Contou ainda com o apoio do Programa Brasileiro do Design e a colaboração do Centro São Paulo Design.





Consultoria de Imprensa:
Mecânica de Comunicação
Tels: (11) 3259-6688/ 3259-1719
e-mail: meccanica@meccanica.com.br