BNDES cria programa de R$ 700 milhões para a indústria do plástico
09/06/2010

O BNDES acaba de criar um programa de apoio à indústria do plástico. O banco fará o anúncio oficial na sexta-feira.

Trata-se do programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Plástico – BNDES Proplástico, que visa à modernização do parque industrial do setor, com o aumento da produção de plásticos e seus produtos, de equipamentos e de moldes para o segmento, além da melhoria dos padrões de qualidade e de produtividade das indústrias instaladas no país.

Com dotação orçamentária de R$ 700 milhões e prazo de vigência até 31 de setembro de 2012, o novo programa contempla ações ligadas à produção, inovação, reciclagem, consolidação e internacionalização de empresas do setor.

O programa abrangerá todos os portes de empresas do setor. O valor mínimo das operações a serem apoiadas no âmbito desse programa é de R$ 3 milhões.

O BNDES Proplástico conta com cinco subprogramas:

Proplástico Produção e Modernização – investimentos para implantação, expansão e modernização da capacidade produtiva de transformados de plásticos e de reciclagem, bem como aquisição de equipamentos novos com objetivo de aumentar a produtividade e a competitividade do segmento, inclusive para reciclagem de material plástico.

Proplástico Renovação de Bens de Capital – apoio à troca de equipamentos antigos por novos, com a inutilização (“sucateamento destrutivo”) dos primeiros, de forma a não possibilitar a sobrevida de equipamentos ineficientes, com baixa produtividade, reduzida segurança do trabalhador e alto consumo energético.

Proplástico Fortalecimento das Empresas Nacionais – apoio à incorporação, aquisição ou fusão de empresas que levem à criação de empresas de controle nacional de maior porte, maior integração vertical ou internacionalização, condicionando qualquer redução no número total de empregos a acordo com as entidades sindicais representativas dos trabalhadores das empresas envolvidas.

Proplástico Inovação – investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação para desenvolvimento de novos usos e aplicações, inclusive ligados a reciclagem (química ou mecânica) de material plástico, além de “design”.

Proplástico Socioambiental – investimentos envolvendo racionalização do uso de recursos naturais, mecanismo de desenvolvimento limpo, investimentos destinados à implantação, expansão e consolidação de projetos e programas de investimentos sociais realizados por empresas ou em parceria com instituições públicas ou associações de fins não econômicos.