Indústria moveleira requisita inovações constantes
14/04/2010

O setor moveleiro apresenta forte demanda por investimentos em inovações que agreguem diferenciais aos produtos. Desde layout, pintura, acabamento ou matéria-prima, as indústrias fornecedoras estão em busca de soluções para um mercado competitivo e aquecido. Na FIQ 2010 – Feira Internacional da Qualidade em Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira, que acontece no Expoara, em Arapongas/PR, até o dia 16, sexta-feira, realiza a quarta edição do PIIM (Projeto de Inovação da Indústria Moveleira). Os 33 protótipos expostos no espaço reúnem, além de inovação, características sustentáveis.



A multinacional brasileira Sayerlack selecionou para expor no PIIM produtos que levam aplicação de tintas e vernizes com proteção antimicrobiana. Tecnologia desenvolvida pela empresa permite que o componente antimicrobiano seja adicionado às tintas e vernizes no processo de fabricação, conferindo a ação defensiva ao produto durante toda a sua vida útil. Para atender às especificidades do mercado moveleiro, a empresa desenvolve pesquisas que contribuem para nortear as novas criações. “Procuramos nos antecipar às necessidades do mercado moveleiro lançando inovações freqüentes com base no que aferimos em nossas pesquisas”, informa o diretor de vendas, Reinaldo Coelho.



Outra inovação criada para enriquecer a produção da indústria moveleira foi apresentada pela empresa gaúcha, Artecola. O revestimento composto por partículas biodegradáveis e fibras vegetais oriundas da cana de açúcar traz sustentabilidade ao material utilizado para revestir paredes, móveis ou ser utilizado como divisória de ambientes. A necessidade de aliar inovação com resultados para a indústria moveleira move os trabalhos da Artecola, afirmou Luiz Varella, gerente comercial.



Para oferecer melhor acabamento aos processos de pintura de painéis, a empresa de Arapongas, Adex, desenvolveu a técnica que alia a utilização de três componentes para coloração dos aglomerados: a massa, o primer e o verniz com alto brilho. A combinação dos elementos levou em consideração a praticidade na hora da aplicação com a necessidade de dar melhor acabamento às peças. A indústria moveleira é bastante exigente quanto ao oferecimento de produtos que sejam práticos, de fácil aplicação e que resultem em bom acabamento, informou o gerente de desenvolvimento, Wilson Souza Franco.