Braskem deve antecipar decisão sobre projeto no México
09/03/2010

São Paulo - A tomada de decisão final para o investimento no complexo petroquímico que será construído pela Braskem em parceria com a Idesa no México pode ser antecipada para o começo de 2011, disse o presidente da Braskem, Bernardo Gradin. A previsão anterior é que a decisão fosse tomada a partir de meados de 2011.

Apesar isso, o cronograma do início das operações da unidade, previsto para 2015, permanece inalterado. "Há uma série de variáveis que precisam ser analisadas e por isso mantemos a previsão inicial", afirmou, após participar de evento promovido pela Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais em São Paulo (Apimec-SP).

O polo demandará investimentos de aproximadamente US$ 2,5 bilhões e produzirá 1 milhão de toneladas anuais de eteno e 1 milhão de toneladas anuais de polietilenos. A participação da Braskem no consórcio ficou definida em 65%.