Exposição PVC Design Educação e workshops “Design com PVC” terminam com grande sucesso
17/11/2005

Depois de duas semanas de exposição aberta ao público e uma semana de workshop, a exposição “PVC Design Educação” chegou ao fim com chave de ouro. O evento realizado pela Solvay Indupa e o Istituto Europeo di Design (IED), com o apoio do Instituto do PVC, teve como objetivo mostrar as possibilidades de trabalho com o plástico PVC. No último dia, os alunos do IED apresentaram os trabalhos criados durante os workshops.



A exposição, que registrou presença de cerca de duas mil pessoas, apresentou um acervo com mais de 35 peças, produzidas por artistas plásticos e designers brasileiros, como os Irmãos Campanha, Alberto Pretel e Cláudio Martins. Já os workshops contaram com três convidados ilustres: a artista plástica Mana Bernardes, que ministrou o curso de design em jóias e também participou da exposição, a designer italiana Monica Graffeo, responsável pelo curso de desenho industrial e o designer e ator Jonas Miquéias, que criou cenografias para uma peça, no curso de interiores.



Tanto para os alunos como para os organizadores, a parceria entre a Solvay Indupa e a escola foi um sucesso. A aluna Antonieta Toganto achou que a exposição mostrou uma nova visão do plástico PVC. “Há um ano atrás, acreditava que jóias só podiam ser de ouro ou com pedras preciosas. Com o evento, vi que o leque de opções é muito maior”. A aluna Ignez Longo confessa que nem sabia que PVC era plástico. “O evento abriu a minha cabeça”, conta.



Segundo Roberta Cosulich, professora do IED de São Paulo, a exposição e os workshops foram ótimos porque complementaram as informações que os alunos tinham. “A intenção agora é que as obras criadas cheguem ao público”. Andréa Elage, proprietária da loja Zona D, uma das apoiadoras do evento, ficou surpresa com o resultado final dos projetos, feitos em tão pouco tempo. Ela pretende comercializar alguns desses produtos em suas lojas.



Para Isabel Gaspar, assistente de Relações com o Mercado da Solvay Indupa, o resultado não poderia ter sido melhor. “Mesmo nós, que fabricamos e conhecemos tão bem o material, ficamos admirados com os produtos apresentados. Não imaginávamos que uma cenografia completa pudesse ser feita com o PVC”.



Tanto a Solvay Indupa quanto o IED pretendem expandir as ações ao longo de 2006 visando ampliar o leque de possibilidades aos designers.







Marina de Lima e Marcio Freitas