Nova opção de clarificantes para fabricantes de embalagens plásticas
12/01/2009

Os fabricantes brasileiros de embalagens plásticas contam com mais uma opção para a produção de potes transparentes de boca larga, um mercado até então dominado pelo policarbonato (PC) e pelo polietileno tereftalato (PET). A Milliken Chemical, fabricante mundial em clarificantes e nucleação de poliolefinas, e a Aoki, fabricante de máquinas para processamento de termoplásticos, comprovaram, através de testes realizados nos laboratórios de Pesquisa & Desenvolvimento das duas empresas, as vantagens oferecidas do polipropileno (PP) aditivado no processo de injeção-estiramento-sopro-moldagem (ISBM - injection-stretch-blow-moulding) em substituição às resinas convencionais e ao PP com os aditivos atuais. O material testado foi a resina de polipropileno da Quattor aditivada com a nova geração de clarificantes da Milliken, o Millad® NX8000. Os testes realizados em parceria com a Aoki avaliaram vários parâmetros entre eles índice de fluidez da resina, temperaturas de processo e velocidades de injeção. Outra característica importante, especialmente no caso de embalagens que precisem de esterilização, como mamadeiras, é a resistência a altas temperaturas. O novo material também possibilita o envase a quente (até 1000C) de produtos como bebidas isotônicas e molhos e utilização em forno de microondas. Os testes realizados pela Milliken também comprovaram a redução de peso da embalagem de PP clarificado com NX8000 em cerca de 20% em comparação às embalagens PET usadas em produtos que requerem o envase a quente.

(Fonte: Assessoria da Milliken)