3M disponibiliza novas soluções para mascaramento automotivo
24/11/2008

A divisão 3M Autos da 3M do Brasil traz ao mercado o Filme Plástico Pintável 3M e a nova Fita Scotch 233+. As novidades atendem às necessidades dos profissionais, tornando o trabalho mais fácil e gerando melhores resultados nas oficinas de reparação e nos centros de embelezamento automotivo. O Filme Plástico Pintável 3M tem alta resistência a solventes, tintas, primers e vernizes, permite boa aderência dos materiais aplicados e não desplaca. É estático, por isso se molda ao contorno do carro, é leve e compacto. É fornecido em uma caixa que funciona como um dispensador. Possui resistência de 107ºC em ciclos de 30 minutos e está disponível na medida de 4m X 80m. “Uma das tendências mundiais é substituir o papel por filme plástico pintável no processo de mascaramento para pintura do automóvel”, explica Juliana Rodrigues da Silva, especialista de marketing desta divisão na 3M do Brasil. “O Filme Plástico Pintável 3M, é fácil de usar e reutilizável em determinadas aplicações. Além disso, o produto é reciclável”. Mais um diferencial é que o produto impede que a tinta transpasse durante a aplicação no veículo, o que pode vir a ocorrer com o papel, proporcionando uma melhor qualidade ao final da pintura e reduzindo o retrabalho. O novo produto também dispensa a troca do mascaramento entre as etapas de preparação e pintura, além de possibilitar a visualização da área a ser protegida. Fita Scotch 233+: A Fita Scotch 233+ de mascaramento automotivo foi reformulada para melhor se adequar à demanda dos estabelecimentos. Agora possui embalagem individual e tem nova medida: 18mm X 32m. “Ao reformular a fita estamos atendendo a uma necessidade do mercado, que apontou a embalagem individual e dimensões como ideais para melhor contribuir com o trabalho nas oficinas”, declara Juliana. O produto resiste a ciclos de até 121ºC por 30 minutos e pode ficar até 4 dias aplicada no carro sem se soltar ou transferir adesivo. A Fita Scotch 233+ possui cor verde para melhor identificação da área mascarada.

(Fonte: Portal Fator Brasil)